Novidades

Aluno de 10 anos atira em professora e se mata



Como pode isso? Um garoto de dez anos planeja um assassinato e se mata depois de cometer um crime? Que tragédia!
escola_Um aluno de 10 anos atirou contra a professora dentro da sala de aula e depois disparou contra a própria cabeça em São Caetano do Sul, no ABC, na tarde desta quinta-feira (22). De acordo com a Prefeitura, os dois foram socorridos com vida, mas o estudante morreu. A professora, identificada como Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos, deixou a escola consciente. O motivo do crime não foi informado.

escola1
Os disparos foram feitos na Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, localizada na Rua Capivari, no bairro Mauá, pouco antes de 16h. No momento em que o menino do 4º ano usou a arma, havia 25 estudantes na classe. A professora foi socorrida pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, por volta das 16h30.
Ainda de acordo com a nota, o incidente ocorreu pouco antes de 16h. A Prefeitura contou que o aluno “se retirou da sala de aula e disparou dois tiros nele próprio, na cabeça” depois de ter atingido a docente nas costas. O garoto foi atendido no Hospital de Emergência Albert Sabin, onde teve duas paradas cardíacas.


escola-g-20110922

Estudante do Alcina era alvo de gozação
O estudante de 10 anos que atirou na professora e depois se matou em São Caetano era alvo de gozação. David Mota Nogueira, aluno do 4º ano C da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, era manco e sofria bullying. "O pessoal da sala dele zoava muito com a deficiência", disse outro aluno da escola, Cayan de Castro Amorim, 14.
Cayan estava no Alcina no momento da ocorrência. Segundo o estudante, as turmas voltavam do intervalo, por volta das 15h50, quando se ouviu o primeiro disparo. "Parecia uma bomba. Foi no corredor onde eu ia ter aula e corri pra lá na hora".
O disparo atingiu a professora Rosileide Queiros de Oliveira, 38, que estava em uma das salas de aula. Ela foi socorrida pelo helicóptero Águia da Polícia Militar com ferimento na região do quadril. O estado de saúde da docente não foi divulgado.
Cayan e os demais alunos ouviram um tiro, que o menino David efetuou contra si, no pescoço. "Consegui ver parte do corpo e os tênis dele estirados no chão antes dos inspetores afastarem os alunos".
A escola se encheu de gritos e lágrimas, nas palavras de Cayan. "Os alunos menores desceram correndo para telefonar para os pais. Foi horrível, fiquei com o coração apertado".
David deixou a escola ainda com vida e foi encaminhado ao Hospital de Emergências Albert Sabin, na Avenida Keneddy, em São Caetano, onde teve duas paradas cardíacas e morreu às 16h50. "Nunca tinha vivido nada parecido. É uma tragédia que vai marcar a escola", afirmou Cayan.
Segundo o menino, havia câmeras de segurança no corredor onde aconteceram os disparos. Cayan não soube informar por que David atirou contra a professora.

Estado de Saúde da professora

SÃO PAULO - O estado de saúde da professora Rosileide Queiros de Oliveira, 38 anos, baleada por um aluno de dez anos na Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em São Caetano do Sul, na região do ABC, é estável. Segundo nota divulgada pela prefeitura de São Caetano ela está internada no Hospital das Clínicas, em São Paulo. A professora levou um tiro na região posterior do lado esquerdo, altura do quadril e sofreu uma fratura na patela direita e ela não corre risco de morte.
O aluno David Mota Nogueira, 10 anos, aluno do 4º ano C, disparou com um revólver calibre 38, por volta de 15h50, um tiro contra a professora dentro da sala de aula. No momento estavam no local 25 alunos. Em seguida, segundo informações de testemunhas, o aluno se retirou da sala de aula e disparou contra a cabeça. Ambos foram socorridos com vida. O aluno foi atendido no Hospital de Emergência Albert Sabin, na avenida Keneddy, em São Caetano, e teve duas paradas cardíacas, e morreu às 16h50. As aulas estão suspensas.
Outros casos
Em abril deste ano, Wellington Menezes de Oliveira, ex-aluno da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio de Janeiro, entrou no colégio dizendo que faria uma palestra. Ele se aproveitou do fato de a escola estar completando 40 anos e, por isso, realizava uma série de eventos comemorativos.
Armado com dois revólveres de calibres 32 e 38, o atirador invadiu uma sala de aula no primeiro andar e outra no segundo, e fez vários disparos contra estudantes que assistiam às aulas. O atirador matou 12 jovens e deixou outros 12 feridos.
Em 29 de setembro de 2010, Miguel Cestari Ricci morreu dentro da Escola Adventista de Embu, após ser baleado por colega com tiro à queima-roupa. Ele foi levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

As investigações da polícia mostraram que a mochila onde estaria a arma do crime, a sala de aula e o uniforme do garoto foram lavados. Dessa forma, não foi encontrado vestígio de pólvora, chumbo ou qualquer outra sujeira.






  • Blogger Comments
  • Facebook Comments

1 comentários:

  1. Jô, tudo bem? Vim avisar que levei meus blogs para a plataforma WordPress.
    Um grande beijo!
    http://professoramarialucia.wordpress.com/
    http://tudoqueeuquiserpostar.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Item Reviewed: Aluno de 10 anos atira em professora e se mata Description: Rating: 5 Reviewed By: Jô Angel
Scroll to Top