Pular para o conteúdo principal

O Professor, um vitorioso!


O nascimento de uma criança é algo belo, sublime e inesquecível. Um ser puro como um diamante bruto a ser lapidado. A mãe e todos os que o acompanham ensinam tudo: a comer, beber, andar, falar. Entre outras coisas o ser humano vai se formando. Estes serão seus primeiros professores, os mestres iniciais da vivência.

Certo tempo depois, chega a hora de ir para a escola. Escola, aquele local sagrado que produz conhecimento. Que exala educação pelos poros. Onde os bons exemplos são ensinados, onde o conhecimento é repassado, onde o gosto pelo aprendizado é apreendido. Local onde estão os seres humanos que se dedicam a aprender mais sobre determinados conteúdos e se especializam em ensinar: PROFESSORES. Assim mesmo, com letra maiúscula. Porque se engana aquele que acha que qualquer um pode ser PROFESSOR. E não vou entrar aqui no mérito da discussão entre a diferença entre professor e educador, porque para mim o bom professor é, antes de tudo, o bom educador. Está implícito.

Como qualquer profissional, o professor é o profissional do conhecimento. Diferente dos outros que detém o conhecimento para si e ganham muito bem por isso, o professor tem o conhecimento mas tem que ensinar a outros. De uma forma. De duas formas. De todas as formas. Até que aquele que está sendo ensinado aprenda. Deveria por isso mesmo ser o profissional mais valorizado de uma sociedade. Deveria. Mas não é.

A primeira vez que eu fui para numa direção de escola para receber uma advertência foi porque eu me virei para trás para pedir uma borracha a um colega. Havia esquecido a minha em casa. A professora taxativa: diretoria. Que vergonha. A relapsa que não cuida de seus materiais. Ouvi sobre os cuidados com os materiais, ouvi sobre a disciplina, ouvi sobre a postura em sala de aula. Nunca mais esqueci meus materiais de aprendizado. Tinha 9 anos. 1979.

Em 2010, semana passada, estou na sala de coordenação e chega uma professora assustada. Chocada, na verdade. O aluno acabara de mandá-la ir "à puta que o pariu", porque a professora pediu que o mesmo se interessasse pela aula, já que ele estava só conversando, sem copiar a matéria e virado de costas para ela em sala de aula. Sim, hoje eles viram de costas e fingem que o professor não está lá. Hoje, os alunos mandam os professores irem tranquilamente "à puta que o pariu" e nem vergonha disso sentem. Vergonha? Por quê? Se estamos em uma sociedade em que filhos mandam os próprios pais calarem a boca?

Sinto tristeza. Tristeza por ver uma sociedade decadente, onde seres humanos estão a cada dia piores. Tristeza por ver alunos usando drogas às onze da manhã na calçada perto de casa. Tristeza por ver a Língua Portuguesa se tornando cada dia mais fácil de ser escrita em reformas onde não sei mais como explicar porque "pára" (com acento, verbo) hoje em dia tem o mesmo valor de "para" (antes, sem acento, preposição). Estava difícil de entenderem, então que os acentos sejam tirados! Está difícil dos alunos tirarem notas, então que venha a progressão continuada, os relatórios que ninguém lê e que são feitos de forma industrial: relatório de aluno bom é assim, de aluno mais-ou-menos é assim e por aí continua. 

Estamos vivendo a sociedade da facilidade. Querem tudo mastigado e vomitado. Tudo fácil. Rápido. Jogado. Pra que parar pra pensar? Aprender? Pense. Para quê? Exemplos mostram pessoas que se elegem sabendo mal falar e escrever nesse país. Nas novelas, o grande e rico empresário tem um império sem nunca ter lido uma linha. Goleiros conseguem ter um salário milionário que nenhum professor terá nem em cinquenta reencarnações juntando os salários de cada uma. 

E, você , professor, sonhando que um dia será respeitado. Sinto dizer que não por agora. O que te espera é uma aposentadoria com um salário pequeno.É a frustração por ter ensinado a tantos e na solidão do Dia dos Professores, ninguém baterá à tua porta para te entregar flores ou dizer "obrigada", mas certamente você será lembrado nas rodas de piadas: "Lembra daquele? Uma figuraaaaa! Chegava muito sério e logo fazíamos com que ele perdesse a calma. Hilário."

É o teu legado. Solitário entre as gentes. Alguns se lembrarão de você, com amor, até com respeito. Poucos, que nunca te dirão o quanto te amava. nunca te dirão o quanto sua aula de Língua Portuguesa era fantástica e do quanto sua fala entusiasmada sobre literatura fez com que a vontade de ler nele aumentasse. E que isso alivie tua alma nas horas de depressão. Que isso alivie a dor da tendinite no braço que escreveu tanto. que lembranças boas perdurem mais que as tristes. Que se sinta feliz e amado por você mesmo. 

Numa sociedade em que poucos te respeitam, que pelo menos VOCÊ se respeite.Sinta-se vitorioso. Um vitorioso por não ter ido "à puta que te pariu" todas as vezes que te mandaram por atos ou palavras. Por ter resistido bravamente dia após dia em sala de aula. Um guerreiro combatente numa luta perdida. Um mártir solitário numa classe desunida. Sim, sinta-se vitorioso. Pelo menos isso, ao ver que dentro da sociedade que aí está você lutou para não vê-la assim. E que Deus te abençoe por isso.

FELIZ DIA DOS PROFESSORES!

Por Josevânia Fonseca Silva

A autora é professora desde 1994. 
Graduada em Letras pela UFMT. 
Especialista em Desenvolvimento de Projetos 
com o Auxílio das Novas Tecnologias pela PUC de São Paulo. 
Desde 2005 encontra-se em readaptação de função 
por motivos de saúde.

Comentários

  1. Nada a acrescentar. Você disse tudo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi querida,
    Ontem, depois de ler várias aberrações e ataques a gramática, me lembrei do seu blog.
    Já não sabia o endereço...
    Hoje, uma grata surpresa: vejo o seu post. Para não correr este risco outra vez, vou te lincar no Travessia.
    Parabéns pelo artigo e a abordagem
    Mesmo que tardiamente, Feliz dia dos Professores.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Jô, passando pra desejar um feliz dia dos professores apesar de ter passado e para dizer que a imagem do seu banner está dando erro, pois está hospedado no Tinypic. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  4. Leia, amanhã, o blog "Conversa de Português".
    Supresa! rsrs...
    Beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Interpretação de texto–Enem–com gabarito

Teste seus conhecimentos resolvendo 12 questões de interpretação de texto para o Enem.



01. O texto a seguir foi extraído de um romance brasileiro. A partir de sua leitura, é possível extrair traços que permitam identificar o estilo literário a que pertence. Assinale a alternativa que indique esses traços e a escola a que o trecho pode ser filiada.


Caía a tarde. No pequeno jardim da casa do Paquequer, uma linda moça se embalançava indolentemente numa rede de palha presa aos ramos de uma acácia silvestre, que estremecendo deixava cair algumas de suas flores miúdas e perfumadas. Os grandes olhos azuis, meio cerrados, às vezes se abriam languidamente como para se embeberem de luz, e abaixavam de novo as pálpebras rosadas. Os lábios vermelhos e úmidos pareciam uma flor da gardênia dos nossos campos, orvalhada pelo sereno da noite; o hálito doce e ligeiro exalava-se formando um sorriso. Sua tez(1), alva e pura como um froco(2)de algodão, tingia-se nas faces de uns longes(3)cor-de-rosa, que iam, …

Verbos Transitivos Diretos e indiretos - Exercícios

PREDICAÇÃO VERBAL - OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO
1. (CESCEM-SP) Os pássaros voam na mata.
a) verbo de ligação;                  b) verbo transitivo direto;
c) verbo transitivo indireto;        d) verbo intransitivo;
e) nenhum dos citados.

2. (CESCEM-SP) O aluno ficou contente com o resultado dos estudos.
a) verbo de ligação;                  b) verbo transitivo direto;
c) verbo transitivo indireto;        d) verbo intransitivo;
e) nenhum dos citados.

3. (Uni-Rio-RJ) Assinale a opção correta quanto à predicação atribuída ao verbo sublinhado na passagem do texto.
a) "A casa fica num alto lavado de ventos." - ligação;
b) "Aqui não há encantos." - intransitivo;
c) "... as zínias e os manjericões que levantavam um muro colorido ao pé dos estacotes" - transitivo direto e indireto;
d) "Sim, só comparo o Nordeste à Tera Santa." - intransitivo;
e) "... em torno do qual gravitam as plantas, os homens e os bichos." - intransitivo.

4. (Medicina Itajub…

40 exercícios sobre formação de palavras com gabarito

Faça os exercícios sobre o processo de formação das palavras e prepare-se para as provas finais. Os exercícios de processo de formação das palavras irão lhe ajudar a entender a matéria e desenvolver um raciocínio lógico. 


1. (IBGE) Assinale a opção em que todas as palavras se formam pelo mesmo 
      processo: 
      a) ajoelhar / antebraço / assinatura 
      b) atraso / embarque / pesca 
      c) o jota / o sim / o tropeço 
      d) entrega / estupidez / sobreviver 
      e) antepor / exportação / sanguessuga 

 2. (BB) A palavra "aguardente" formou-se por: 
      a) hibridismo     d) parassíntese 
      b) aglutinação     e) derivação regressiva 
      c) justaposição 

3. (AMAN) Que item contém somente palavras formadas por justaposição? 
      a) desagradável - complemente 
      b) vaga-lume - pé-de-cabra 
      c) encruzilhada - estremeceu 
      d) supersticiosa - valiosas 
      e) desatarraxou - estremeceu 

4. (UE-PR) "Sarampo" é: 
      a) forma primitiva 
      b) formado po…